Minha busca rigorosa e obsessiva para transformar a realidade levou-me a buscar constantemente novas experiências. Sentindo o ambiente, as pessoas e a natureza ao redor me permitem descobrir uma realidade até então negligenciada. Daí eu interpreto a narrativa que a imagem induz, como eu a vejo. Meu trabalho é construir uma imagem, contar a história que ela cria e brincar com suas fronteiras. Eu uso truques e manipulações para transformar o mundano em algo extraordinário; questionando as convenções, continuo desafiando os limites: tanto meus quanto aqueles que a humanidade pretende me impor.

 

 

 

My rigorous and obsessive quest to transform reality has lead me to constantly seek new experiences. Sensing the environment, the people and nature around allow me to discover a reality so far neglected. Hence I interpret the narrative that the image induces, as I see it. My job is to build an image, tell the story that it creates, and play with its borders. I use tricks and manipulations to transform the mundane into something extraordinary; by questioning the conventions, I keep challenging the limits: both mine and those that humanity imposes on me.

Claudia cria cenas urbanas dinâmicas intervindo na imagem fotográfica com manipulação digital, colagens, recortes e pintura. Suas paisagens, personagens e ritmos urbanos são representações digitalmente alteradas que parecem encapsular um filme feito para  provocar o expectador a descobrir um mundo lúdico.

Metro achatado.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest